Loading color scheme

Amorphis De volta ao catálogo “Queen Of Time” agora em digipack

 

Amorphis Queen Of Time 500pxEm 1994, o AMORPHIS mudou para sempre toda a cena do metal com o seu segundo e clássico álbum “Tales From The Thousand Lakes” que, além de ser épico e inspirador, abriu o caminho para uma das jornadas mais bem sucedidas dentre as bandas finlandesas de todos os tempos. Com seus álbuns, a banda nos aproximou da epopeia finlandesa chamada “Kalevala”, viajou por tudo o mundo, recebeu incontáveis discos de ouro e conseguiu notoriedade com a sua mistura inconfundível de metal, folk e rock.

E como não poderia deixar de ser, com o seu décimo terceiro álbum de estúdio “Queen Of Time”, lançado em 2018, a banda nos deu mais um inovador exemplo musical sobre a ascensão e queda da civilização, sendo um momento chave na carreira dos finlandeses. Especialmente com o retorno do baixista original Olli-Pekka Laine, que gravou os primeiros quatro álbuns do AMORPHIS.

Após o lançamento do seu antecessor, “Under The Red Cloud” de 2015, os fãs esperavam algo um pouco mais pesado, mas o AMORPHIS mudou o jogo mais uma vez com “Queen Of Time”. A banda, que nos últimos anos tinha refinado e melhorado seu estilo icônico e único, trouxe um novo capítulo de tirar o fôlego. E uma coisa é verdade: o AMORPHIS nunca contou as histórias da terra dos cem lagos de forma tão complexa, fascinante, inventiva e monumental como em “Queen Of Time”.

Ao lado do perfeccionista produtor Jens Bogren, que já é reconhecido como o sétimo membro do AMORPHIS, a banda conseguiu criar no Fascination Street Studios um álbum que superou todas as expectativas.

Vários convidados se fizeram presentes no álbum: Chrigel Glanzmann (Eluveitie), o cantor Albert Kuvezin e o saxofonista Jørgen Munkeby, a fabulosa Anneke van Giersbergen, além de uma orquestra e um coro, algo que foi inédito para esta banda com mais de 30 anos de carreira. Estes elementos proporcionaram ao som uma profundidade dramática e cinematográfica, tornando tudo mais épico e ainda mais significativo. E o mais importante: nada disto roubou o brilho da magia arcaica que é o AMORPHIS.

“Queen Of Time” está de volta ao catálogo agora em versão digipack mas com uma contracapa sobressalente para quem não abre mão da versão acrílica. Adquira sua cópia em: https://bit.ly/3AHZL3d

Um lançamento da parceria Nuclear Blast / Shinigami Records.

Shinigami Records nas redes sociais:

Facebook - @ShinigamiRecords
Instagram - @shinigami.records.br
Twitter - @shinigamirec

Leave your comments

Comments

  • No comments found